Antes de ser morto a tiros, soldado teve "jantar especial" da mãe

Ele foi morto após reagir a um assalto na noite de quinta-feira.

Na noite da última quinta-feira, um soldado identificado como Elton Cezar Roveri, 18 anos, foi morto após reagir a um assalto ocorrido na rua Rua Hiran José Horn, no bairro Parati, região sul de Campo Grande. De acordo com informações da Polícia Militar, ele foi atingido com pelo menos quatro tiros.

Juliane Conceição de Souza,  prima da vítima, conta que antes de ser morto, o jovem teve um 'jantar especial' com a mãe com o tradicional "Arroz, feijão e bife", do qual ele gostava. “O sonho dele era continuar na carreira militar. Não parava de falar o quanto estava feliz por seguir no sonho dele. Ele tinha pedido uma janta especial para a mãe, queria comer arroz, feijão e bife. Ela fez, ele jantou e disse que ia tomar tereré na casa de um amigo, mas não voltou mais”, afirmou. 

A outra prima, de nome Verônica Hungria, revela que o soldado era apegado com seus familiares e mantinha relação muito afetiva com a mãe que se encontra ainda muito abalada. 

“Ele era os braços e pernas da mãe. Quando recebia sempre ia com os pais no mercado e fazia as compras do mês. Para ele não tinha distinção de idade, conversava com todo mundo, desde um idoso até uma criança. Era muito educado e gostava muito de conversar”, diz. 

Elton Cezar Roveri
Elton Cezar Roveri




Fonte: Com informações do Campograndenew