Homossexual incendeia casa da avó de namorado no MA

Homossexual incendeia casa da avó de namorado no MA

Em uma situação de grande dificuldade, Dona Maria das Dores faz apelo e pede ajuda a pessoas que possam ajudar aa reconstruir sua casa

Cenário de verdadeira destruição. Roupas espalhadas por toda parte, telhas quebradas, pedaços de madeira toda queimada, panelas amassadas e no meio de um matagal, o sofá da casa todo rasgado. Foi o que sobrou da casa de Dona Maria das Dores de 61 anos. Ela trabalha lavando roupas dos clientes que moram próximos à sua residência e neste final de semana viveu momentos de terror.

A senhora teve sua casa incendiada por um conhecido da família. Na noite do último sábado Dona Maria das Dores viu o sonho de uma vida inteira de trabalho e dedicação acabar em poucos segundos. Ela conta que o fogo que incendiou sua casa queimou muito mais do que coisas materiais, destruiu o que considerava de mais importante na vida: o local que iria deixar para os filhos.

?Quando eu cheguei na casa de minha irmã que ela me ligou e é perto daqui, eu vi só a fumaça. Aí fui ver, e não acreditei que tava queimando minha casa. Eu ia entrar era na casa pra tentar salvar, mas aí o menino não deixou. Quem fez isso é de dentro da família?, fala a dona de casa.

Ao ser indagada pelos motivos dessa pessoa ter incendiado a sua casa ela explica, ?porque ele tem um caso com o meu neto e é muito apaixonado pelo meu neto. E meu neto não queria ele, saia todo dia, viajava muito e todo tempo ele doido atrás do meu neto que ele ia viajar?.

Dona Maria das Dores perdeu tudo, inclusive os alimentos que ainda mantinha guardados. Ela e a família estão dormindo debaixo de árvores próximo aos escombros que sobraram da casa incendiada. A pouca comida que recebe através de doações de vizinhos é feita de forma improvisada com o uso de um fogareiro. Um verdadeiro sofrimento.

?Oh minha gente por favor, quem tem amor no coração me ajudem, estou sofrendo muito e além dessa situação, ainda quero internar meu filho que é dependente de droga e não consigo, não tenho dinheiro. Ele é viciado em crack e a gente luta, mas ele não consegue mais sozinho?, conta dona Maria das Dores aos prantos.

?Quem puder me ajudar, tiver bom coração eu estou recebendo qualquer coisa, material para refazer minha casa, uma forma de conseguir internar meu filho viciado o que for eu to aceitando. Meu filho não era assim, era um menino bom ?, declara.

Fonte: Marcilany Rodrigues