Após seis meses, assassinato de ex-BBB continua sem solução

Após seis meses, assassinato de ex-BBB continua sem solução

André Cowboy ficou apenas 12 dias na 9ª edição do programa

Mais de seis meses já se passaram e a polícia ainda não tem uma resposta para o assassinato de André Luís Gusmão de Almeida, o André Cowboy, participante da 9ª edição de reality show Big Brother Brasil. O ex-BBB foi morto com um tiro na nuca na madrugada do dia 1 de junho em Alumínio, interior de São Paulo.

O crime foi no sítio da vítima, onde também funcionava seu restaurante, o Sushi Rancho do Cowboy, e de onde sumiram alguns eletrônicos. A delegada Luciane Toledo, que acompanha o caso, disse no início das investigações que André Cowboy não deve ter reagido.

O inquérito policial tinha prazo de 30 dias para ser concluído, mas dada a falta de informações foi prorrogado por diversas vezes. Luciane Toledo está em férias e só deve retornar na próxima semana. A delegada Bruna de Madureira, que assume o caso enquanto isso, disse que as diligências continuarão até que se chegue à autoria do assassinato.

O Ministério Público se manifestou favorável às prorrogações e não tem intenção de pedir o arquivamento do caso. A promotoria espera que a polícia encontre o culpado, ainda que isso leve tempo.

Duas hipóteses foram levantadas pela investigação: a de latrocínio e a de vingança. Cowboy tinha uma dívida de R$ 60 mil segundo sua mulher Luciana Gusmão de Almeida comentou logo após o crime. Na época, a viúva disse que o credor poderia ter sido o autor do assassinato. Hoje, porém, ela prefere não falar a respeito.

Família fecha restaurante

O timbre sereno é de uma pessoa que precisou se recuperar rapidamente da perda e trabalhar para o sustento dos filhos. O sushi bar que a família mantinha no sítio fechou. Segundo Luciana, o fato de o estabelecimento ter aparecido na mídia com a morte do marido fez com que o negócio ficasse mal visto. Agora ela mantém um buffet.

Questiona se ainda tem esperanças de que a autoria do crime seja descoberta, diz apenas que não quer mais tocar no assunto, mas não esconde a descrença ao mencionar que a região é muito escura e deserta. "Se fosse em uma cidade grande com certeza já teriam descoberto."

A vontade de não falar sobre o assassinato de André, todavia, não reflete ausência de opinião. Trata-se apenas da maneira que Luciana encontrou para "resguardar" os filhos. "Eles só têm a mim", explica ao mencionar que até mesmo amigos do casal se afastaram após a morte do Cowboy.

Ligeiramente inquieta por não poder falar aquilo que pensa, ela se desculpa pela pressa com que a conversa é encerrada. Antes, garante que ela e os filhos estão bem e agradece a preocupação.

O crime

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 2h do dia 1 de junho, André ouviu latidos dos cachorros e saiu para ver o que era. Pouco tempo depois sua mulher, Luciana procurou pelo marido, que não respondeu. Ela então acionou a Polícia Militar (PM) e André foi localizado em uma casa usada para receber hóspedes no sítio.

Luciana relatou que a PM não teria permitido que ela visse o marido ferido de morte. Para evitar que presenciasse a cena, as primeiras autoridades a chegar e socorrer o ex-BBB teriam dito que ele havia sido "sequestrado" para levá-lo ao hospital sem o conhecimento dela.

Cowboy foi levado para o pronto-socorro da cidade, depois foi encaminhado ao Hospital Regional de Sorocaba, mas morreu às 5h50. Ao receber a notícia do falecimento do marido, Luciana se desesperou e agrediu o médico.

Ela cuidou para que o caixão fosse lacrado e os filhos não vissem as marcas da violência sofrida pelo pai. Dezenas de pessoas acompanharam o enterro, que ocorreu às 17h10 daquele mesmo dia. As crianças se despediram de André com uma carta colocada sobre o caixão, assim como um chapéu. A filha mais velha, na época, com 10 anos, usava outro, que só tiraria para dormir e comer nos dias seguintes.

Curta estadia na casa

Polêmico, André Cowboy ficou apenas 12 dias na casa no BBB 9. Ele entrou em 12 de fevereiro e foi eliminado no dia 24. O pouco tempo, porém, não impediu que deixasse um histórico de atitudes controversas. Vindo da Casa de Vidro, ele saiu com 71% dos votos em um paredão triplo, que formou com Josiane Oliveira e a Vovó Naiá. "Você não tem um pingo de educação. Você é malcriado e não tem noção das suas brincadeiras. Vai se catar", disse Naiá ao Cowboy antes da eliminação.

Antes da eliminação ele postou uma mensagem no diário online que cada participante mantinha no site do programa se dizendo confiante. "Não sou saco de pancada, aqui bateu, levou. Espero que vocês tenham entendido o meu lado, houve uma ação e uma reação. O paredão de hoje só traz 2 coisas de bom, 1- Minha Branquinha e meus filhos que amo. 2- a resposta do povo do Brasil. Me deixem ficar, isso aqui é um mundo real, onde sobrevive o mais forte."

Fonte: Terra, www.terra.com.br