Após cesária, polícia investiga compressas em corpo de mulher

Após cesária, polícia investiga compressas em corpo de mulher

Família será a primeira a depor

A Polícia Civil inicia nesta segunda-feira (18) as investigações sobre uma mulher que morreu depois de os médicos encontrarem compressas na barriga dela.

Segundo o delegado chefe da 5ª Delegacia de Polícia (Plano Piloto), Marco Antônio, a equipe já recebeu a ocorrência de erro médico, transferida da 15ª DP (Ceilândia Centro).

? Ainda não há depoimentos marcados para hoje. Assim que instaurarmos o inquérito, começaremos a ouvir as pessoas.

De acordo com ele, os familiares serão os primeiros a depor e depois serão intimados todos os funcionários envolvidos nas duas cirurgias, a cesárea realizada no HRAN (Hospital Regional da Asa Norte) e a cirurgia de infecção no Hospital de Ceilândia.

Ele espera também pelos documentos do hospital e o laudo cadavérico do IML (Instituto Médico Legal), que fica pronto em 30 dias.

Conforme explicou o delegado, caso seja constatado que a garota morreu por infecção causada por material esquecido dentro do corpo dela, os culpados serão indiciados por homicídio culposo.

Fonte: R7, www.r7.com