Após denúncia, polícia faz buscas por corpo de Eliza em lagoa próxima ao sítio de Bruno

Após denúncia, polícia faz buscas por corpo de Eliza em lagoa próxima ao sítio de Bruno

Goleiro Bruno, do Flamengo, é suspeito de envolvimento no sumiço de Eliza

A polícia faz buscas, nesta segunda-feira (5), em uma lagoa em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, após uma denúncia de que o corpo de Eliza Samudio foi jogado no local.

Os policiais recolhem objetos na água para análise. A lagoa fica próxima a casa de funcionários do sítio do goleiro Bruno, do Flamengo, que já prestaram depoimento.

Nesta segunda deve ficar pronto, no Rio de Janeiro, o laudo da contraprova do exame que vai confirmar se Eliza tomou substâncias abortivas. O primeiro resultado deu positivo.

Eliza Samudio está desaparecida há quase um mês. Ela teve um relacionamento com Bruno no ano passado e tentava provar na Justiça a paternidade do filho de 4 meses, que seria do jogador.

Entenda o caso

De acordo com a polícia, o sumiço de Eliza Samudio começou a ser investigado depois de denúncias de que ela havia sido agredida no sítio que pertence ao jogador Bruno, em Esmeraldas (MG).

Dayane Fernandes, mulher do goleiro Bruno, teria dito, em depoimento à polícia, que Eliza teria abandonado o bebê. A criança foi encontrada pela polícia na casa de desconhecidos e foi entregue ao avô, pai de Eliza, em 27 de junho.

Dayane chegou a ser levada à delegacia na sexta-feira, 25 de junho. Ela foi detida e liberada em seguida. Segundo a delegada, a mulher do atleta foi autuada por subtração de incapaz.

Na segunda-feira, 28 de junho, a polícia vasculhou o sítio do goleiro Bruno, por mais de nove horas, em busca do corpo de Eliza. Policiais e peritos fizeram escavações e vistoriaram o sótão, onde encontraram roupas de mulher, objetos de criança, fraldas e passagens aéreas. Um poço também foi vasculhado. A polícia já ouviu funcionários do sítio de Bruno e amigas de Eliza.

O Flamengo anunciou que o goleiro permanece afastado do time durante as investigações. Ele treinou no Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, durante esta semana. Na quinta-feira (1º), ele disse que está "muito chateado" com o sumiço de Eliza. O goleiro ainda não foi chamado para depor.

Fonte: g1, www.g1.com.br