Após discussão, delegado é ferido a tiro em casa de massagem

Após discussão, delegado é ferido a tiro em casa de massagem

A Polícia não forneceu detalhes sobre como tudo aconteceu, mas afirma que o autor do disparo está preso

Uma discussão em um local onde funcionaria uma casa de massagem na Rua José Pinto do Carmo, bairro Jacarecanga, em Fortaleza-CE, terminou com dois homens feridos na noite do último domingo (20). Segundo informações de moradores daquela rua e de policiais do 7º DP (Pirambu), um homem identificado como Fábio Lopes, 28 anos, teria se desentendido no local com outra pessoa.

Depois da briga, deixou o local e minutos depois retornou armado. Houve alguns disparos e, ao perceber os tiros, o delegado regional de Itapipoca, Cladiston Sousa Braga, de 50 anos, revidou. Ambos saíram feridos do local e foram para um hospital particular da capital.

Marcas

Na manhã de ontem, ainda era possível ver as marcas de sangue na fachada do local. Os tiros disparados atingiram ainda uma residência que fica em frente à casa de massagem. De acordo com informações do delegado José Jesuíta Barbosa, titular do 7º DP, Fábio Lopes efetuou cinco disparos.

A arma dele, um revólver de calibre 38, foi apreendida pelas viaturas que foram ao local. "Já abrimos inquérito contra ele. Agora estamos esperando que Fábio Lopes receba alta para efetuarmos a prisão em flagrante por tentativa de homicídio", explicou o delegado.

Situação

Por coincidência, tanto o delegado Cladiston Sousa Braga quanto Fábio Lopes foram internados no mesmo hospital particular em Fortaleza.

De acordo com uma nota divulgada pelo hospital em questão, o delegado foi recebido na unidade com "ferimentos a bala na região do abdômen" e que ele foi "submetido a uma cirurgia". Nesta segunda-feira, conforme ainda o hospital, Cladiston passaria por cirurgia a fim de retirar o projétil. Seu estado de saúde é considerado "estável".

Já Fábio Lopes está "com ferimentos e fratura na perna esquerda" e seu estado de saúde é "consciente e estável". Segundo a Polícia, ele permanece internado sob escolta.

Na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), a ocorrência foi registrada como "lesão corporal a bala/arma apreendida".

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br