Mulher é presa por perseguir e atropelar moto após discussão

Segundo testemunhas, ela bateu intencionalmente e em alta velocidade com seu carro na traseira de uma motocicleta

A funcionária pública Helena Grechi Pedrão, 30, foi presa na manhã desta quarta-feira (4) em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) sob acusação de tentativa de homicídio.

Segundo testemunhas, ela bateu intencionalmente e em alta velocidade com seu carro, um Corsa, na traseira de uma motocicleta após ser xingada pelo motociclista Claudinei Garcia Diogo, 37, que está internado em estado grave no Hospital das Clínicas.

Staylon Norton Paulino Isaias, 24, motociclista que transitava no sentido contrário da avenida na qual houve o atropelamento, também foi atingido e quebrou uma das pernas. As duas motocicletas ficaram completamente destruídas.

?Eu quero Justiça. Ela só parou o carro porque vazou combustível?, disse Arlete Moreira, tia do motociclista. De acordo com testemunhas, Diogo ofendeu a funcionária pública após ter sido "fechado" numa rotatória. Inconformada, Helena perseguiu o motociclista e o atingiu. Ela tentou fugir, com o carro parcialmente destruído, mas o veículo deu pane, e ela foi obrigada a parar.

Helena presta depoimento no Distrito Policial da Vila Virgínia, bairro da zona oeste de Ribeirão Preto, e será encaminhada a um presídio feminino. Ela não havia contratado um advogado até as 13h45.

Fonte: UOL