Após fuga de delegacia, trio rende PM e faz família refém

Após fuga de delegacia, trio rende PM e faz família refém

Parte do bando está encurralado na localidade de Araçá, zona rural de Corrente, outra parte está em Gilbués

As polícias Civil e Militar localizaram o paradeiro dos criminosos que empreenderam fuga da 10ª Delegacia Regional de Corrente (823 KM ao sul de Teresina). Após um policial militar ser feito refém por três dos cinco foragido.

Abidenes Francisco de Araújo, conhecido como Osso ou Playboy, Paulo Cesar Dias Nogueira e Paulo Henrique Candido Souto renderam o soldado Alexandre Louzeiro, da Polícia Militar, que dirigia-se com seu veículo para o município de Riacho Frio, juntamente com sua esposa Genilde Sousa Rodrigues e sua filha menor, de 9 anos, por volta das 15h desta segunda (24), quando um homem pediu carona, próximo à ponte conhecida como ?Ponte dos Milagres?, localizada na PI, entre os dois municípios. Ao parar o carro, o elemento pediu carona e tentou abrir a porta de trás, que estava trancada. ?Quando ele percebeu que a porta estava trancada, deu a volta no carro e entrou pela outra porta, muito rápido. Dentro do carro, ele apontou a arma para o meu marido e mandou a gente descer, quando mais dois homens apareceram de dentro do mato e vieram em direção ao carro. Nesse momento já estávamos fora do carro e saímos correndo. O homem que estava com a arma correu uns 30 metros atrás da gente, mas desistiu, voltou pro carro e saiu em alta velocidade?, relatou dona Genilde, que afirmou ainda que quando o homem pediu carona, ela pediu que o marido não parasse. ?Meu coração ficou apertado, eu sabia que algo de ruim iria acontecer. Felizmente estamos todos bem!?, declarou.

Buscas estão sendo feitas neste momento na localidade de Araçá, zona rural do município de Corrente, onde os três elementos estão cercados pela polícia. O policial militar feito refém também participa da diligência.

Os outros dois criminosos, Johan Gonzaga da Silva Nunes e Railson Pereira de Souza, foram vistos no município de Gilbués, onde outro destacamento da polícia militar realiza buscas.

Fonte: Portal Corrente