Após investigação, pai de família achada morta não tinha dívidas

Nabor abriu empresa três meses antes da tragédia.

Nesta segunda-feira (29/08), um crime chocou todo o Brasil em um condomínio da Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro. Nabor Coutinho de Oliveira Júnior, de 43 anos, foi encontrado morto no pátio de um edifício ao lado dos filhos Henrique de 10 anos e Arthur de 7. A mulher Laís Khouri, de 48 anos, foi achada em cima da cama no quarto do casal. A principal investigação da polícia é de que o acusado matou a mulher e os filhos antes de se matar.

De acordo com informações, Nabor abriu uma empresa em sociedade com a mulher em junho. A empresa chamada N Reach Consultoria de Sistemas LTDA, é do ramo de softwares. Ela está registrada em Contagem, cidade natal do casal. Segundo depoimentos, Nabor tinha 99% da empresa e Laís apenas 1%.

Ele abriu a firma um mês antes de abandonar a carreira na TIM para dar consultoria na companhia americana Datami, que trabalha com marketing para celular. Nenhum dos dois tem registros de dívidas nos sistemas de crédito.

O delegado Fábio Cardoso, titular da Divisão de Homicídios da Capital, informou que Nador tinha problemas no novo trabalho. De acordo com ele, familiares afirmaram que ele não estava feliz na empresa.

Nabor trabalhou por 18 anos na TIM e chegou ao cargo de gerente sênior. Ele tinha formação em engenharia de software e em administração, com experiência no departamentos de marketing e de inovações. A empresa emitiu uma nota afirmando que “Nabor era um profissional querido e havia se desligado voluntariamente”. Antigos colegas de trabalho afirmaram que ele saiu aplaudido do local. A Datami também divulgou um comunicado informando que apreciava o trabalho dele e que todos estão “profundamente tristes”.

Crime chocou o Brasil (Crédito: Reprodução )
Crime chocou o Brasil (Crédito: Extra)
Crime chocou o Brasil (Crédito: Reprodução )
Crime chocou o Brasil (Crédito: Extra)
Crime chocou o Brasil (Crédito: Reprodução )
Crime chocou o Brasil (Crédito: Extra)
Crime chocou o Brasil (Crédito: Reprodução )
Crime chocou o Brasil (Crédito: Extra)
Crime chocou o Brasil (Crédito: Reprodução )
Crime chocou o Brasil (Crédito: Extra)
Fonte: Com informações do Extra