Após morte de mulher em parto, homem ameaça médico no Ceará

Após morte de mulher em parto, homem ameaça médico no Ceará

Mulher morreu em outubro do ano passado após 26 dias de internação

Um homem foi preso suspeito de ameaçar médicos, o secretário de saúde e funcionários do hospital municipal da cidade de Ipu, Ceará. A mulher dele morreu em outubro do ano passado após um parto. O suspeito passou a fazer ameaças culpando os envolvidos pela morte. Somente este mês a polícia conseguiu identificá-lo e prendê-lo.

Francisca Carmo, 34 anos, era professora e deu entrada no hospital sentindo fortes dores. A equipe médica informou que ela estava com nove meses de gestação e que a criança já estava morta havia dias. A paciente possuía uma infecção generalizada e ficou 26 dias internada, mas morreu no dia 9 de outubro.

O marido passou a ligar para o secretário, o médico que fez o atendimento e a direção do hospital. A polícia chegou a fazer escoltas e passou a rastrear os números que faziam as ligações, mas a prisão só aconteceu este mês.

Manoel Messias foi preso com uma arma e responderá por porte ilegal de armas e ameaça. Ele ainda tentou subornar a delegada que registrou a ocorrência para ser libertado.

Fonte: r7