Após ser denunciado pela esposa, Pastor é preso por estuprar filha

O pastor foi denunciado pela própria esposa em Jundiaí


Uma esposa denunciou a polícia que o seu marido, 57 anos, um pastor de uma igreja evangélica de Jundiaí (SP), abusava sexualmente da filha. O homem foi preso e confessou que teria estuprado a filha por seis anos. Quando iniciou os abusos a garota tinha oitos anos.

Maria Beatriz de Carvalho, delegada que investiga o caso, disse que a esposa fez a denúncia após perceber atitudes estranhas do marido.

“Ela disse que não sabia de detalhes, mas notou que o marido sempre ia ao tanque de roupas sujas e pegava uma calcinha da filha. Depois disso, a mulher resolveu conversar com um pastor acima do homem na hierarquia da igreja, que recomendou que ela procurasse a polícia”, afirma a responsável pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí.

Homem confessou o crime na DDM de Jundiaí (Crédito: Divulgação)
Homem confessou o crime na DDM de Jundiaí (Crédito: Divulgação)


A delegada conta que o pastor obrigava a filha a dormir na cama do casal para que ele pudesse passar a mão nela quando tivesse vontade e ainda batia nela por sentir ciúmes dos outros garotos.

A garota nunca denunciou os abusos do pai, que possui outro filho que nunca foi assediado pelo acusado.

O suspeito já foi acusado de estupro anteriormente, há 20 anos, de um sobrinho e foi preso por isso, revela a delegada que pediu a prisão preventiva do pastor que pode pegar uma pena de até 15 anos de reclusão.


Fonte: Com informações do G1