Após ser detido com droga, pagodeiro é internado em hospital

Pedro Henrique foi levado à 35ª DP, onde prestou depoimento e foi liberado

O percussionista Pedro Henrique, do grupo de pagode Revelação, foi internado na segunda-feira no Hospital Miguel Couto, na Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro. O músico havia sido detido na tarde de domingo, após policiais militares encontrarem dois papelotes de cocaína no interior de seu carro em uma blitz em Campo Grande, na zona oeste.

O artista está internado, sob observação, no setor de neurocirurgia, onde deu entrada com "pequena hemorragia cerebral". De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o quadro de Pedro Henrique inspira cuidados. Ele está sendo submetido a exames. A assessoria de imprensa do grupo Revelação informou que não tem mais detalhes sobre a situação do percussionista.



De acordo com a assessoria de imprensa da banda, a droga encontrada no veículo de Pedro Henrique pertencia a um amigo do percussionista, que o acompanhava. A dupla foi levada à 35ª DP (Campo Grande), onde prestou depoimento e foi liberada.

Segundo o comandante em exercício do 40º BPM (Campo Grande), major André Aires, o caso foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal (Jecrim). "Ele (Pedro Henrique) estava com dois sacolés de cocaína no bolso", afirmou o comandante.

Policiais do 40º BPM faziam uma blitz na Avenida Santa Cruz, quando abordaram o veículo de Pedro Henrique, que saía de um show do grupo no Clube dos Aliados. "Ele não sabia que o amigo era usuário e muito menos que portava drogas", afirmou Ewellin Tavares, assessora de marketing artístico da banda.

Na delegacia, o amigo disse ser o dono da droga. "Ele está há mais de três anos no grupo, não bebe, não usa drogas. Foi apenas um incidente envolvendo um amigo dele que ele nem sabia que usava drogas", disse a assessora.

Fonte: Terra, www.terra.com.br