Após ser torturada e dada como morta, mulher acorda e acusa ex

Após ser torturada e dada como morta, mulher acorda e acusa ex

Quando foi presa, a ex levou um susto ao saber que a rival havia sobrevivido

Edilene ficou desfigurada após ser sequestrada e espancada por ao menos quatro horas pela ex de seu namorado.

Moradora da região metropolitana de São Paulo, ela chegou a ser levada para uma pequena cidade na divisa com Minas Gerais e jogada em um matagal. A ex pensava que ela estivesse morta.

Mas Edilene sobreviveu. Estava apenas desmaiada. Acordou na manhã seguinte e seguiu uma trilha até pedir ajuda a moradores de chácaras da região.

A polícia ouviu o relato da moça e foi à Grande São Paulo localizar a ex.

Fátima, a acusada, levou um susto ao saber, pela polícia, que Edilene estava viva.

Ela e outros três parentes que a ajudaram foram presos.

Edilene afirma que, após rendida pela ex do namorado, foi levada para a casa da rival.

Segundo relato da vítima ao Cidade Alerta, Fátima agredia sobretudo seu rosto. Dizia que não teria mais aquele "rosto bonitinho". Desmaiada, foi colocada no carro e jogada no matagal.

Fonte: r7