Após soltura, Mução brinca na rádio com prisão e nega acusações de pedofilia no CE

Após soltura, Mução brinca na rádio com prisão e nega acusações de pedofilia no CE

Mução foi solto após o irmão do radialista assumir a culpa pelos crimes de pedofilia

No primeiro programa após a soltura, o radialista Rodrigo Vieira Emerenciano, mais conhecido como Mução, brincou com a situação de ter sido preso pela Polícia Federal acusado de mandar mensagens com conteúdo pedófilo pela internet. Em uma brincadeira, ele foi perguntado qual o significado da sigla "PF", e ele respondeu "prato feito". "Com a fome que saí de lá, com certeza era prato feito", disse o radialista. A outra opção para a pergunta era "Polícia Federal".

Mução foi solto após o irmão do radialista assumir a culpa pelos crimes de pedofilia. De acordo com a Polícia Federal, o computador do radialista foi acessado e a partir dele foram enviadas conteúdos de pedofilia. A Polícia Federal prendeu 32 pessoas suspeitas de compôr uma rede internacional de pedofilia em 11 estados do Brasil e em outros países.

No programa, Mução falou também que era inocente e que deixou o e-mail de seu escritório aberto, o que facilitou o acesso por outras pessoas. "Com 24 horas já sabiam que não era mais eu. Investigaram, acharam a pessoa que fez isso realmente", disse.

O radialista e humorista alertou também que esse tipo de "engano" pode ocorrer "com qualquer pessoa". "Uma pessoa pode se passar por você com seu e-mail. A pessoa pode também acessar e baixar todo tipo de conteúdo. E você é quem vai responder e receber a culpa por isso".

Fonte: G1