Após tentativa de fuga, mais de 200 presos fazem rebelião em presídio

Presos teriam tentado cavar túnel para fugir. Bope foi acionado para conter rebelião.

Uma tentativa de fuga deu origem a uma rebelião com a participação de aproximadamente 260 internos da Unidade de Regime Fechado 1 do Presídio Francisco d"Oliveira Conde, em Rio Branco, na manhã deste sábado (26) durante o horário de visita para os internos do semiaberto. Além da tentativa de fuga em massa, os visitantes também protestaram em frente ao local. De acordo com o tenente S. Luna, da Polícia Militar, a rebelião já foi controlada.

De acordo com informações preliminares passadas pelo diretor da Unidade de Acolhimento Provisório do Presídio, Denis Picolo, alguns presos tentaram fugir da cela começando o levante.

"Não foi na minha unidade, foi na Unidade de Regime Fechado 1. Foi uma tentativa de cavar um túnel no Pavilhão J e houve uma tentativa de tomar o prédio", conta.

A dona de casa Maria de Fátima,30 anos, tinha ido com os dois filhos para visitar o marido no semiaberto. Ela diz que, como o local está isolado, não consegue encontrar mais a sua mãe com as duas crianças. Ela diz ainda que chegou a ter tiroteio ainda na revista para a visita.

"A gente estava entrando quando começou o tiroteio e começaram a dizer que alguns presos estavam fugindo . Sai um poucos e meus dois filhos ficaram com a minha mãe, quando voltei já tinham isolado o local. Estamos reivindicando porque se eles têm o direito deles, nós também temos os nossos. Cadê os Direitos Humanos? Já vimos três ambulâncias saindo daqui", conta.

Homens do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) foram acionados para conter a situação. Até o momento não há informações de feridos ou mortos.

Fonte: G1