Arma utilizada para matar Décio é enviada até Brasília para perícia

O trabalho visa identificar a qual corporação pertence a arma e o provável dono dela.

A pistola ponto 40 utilizada pelo pistoleiro Jhonatan de Sousa Silva na execução do jornalista Décio Sá, no dia 23 de abril, na Avenida Litorânea, foi encaminhada ontem para o Instituto Nacional de Criminalística (INC), em Brasília, onde será feita uma perícia com mais precisão, para identificar a numeração e o brasão, que foram raspados.



O trabalho visa identificar a qual corporação pertence a arma e o provável dono dela. A decisão de encaminhar a pistola para o Instituto Nacional de Criminalística foi da comissão de delegados que investiga o assassinato do jornalista.

A arma foi encontrada no dia 5 deste mês, enterrada em uma duna na praia do Calhau, em São Luís, próximo a uma árvore. O local foi indicado pelo assassino confesso do jornalista, Jhonatan de Sousa Silva, logo depois da reconstituição do crime.

Fonte: Jornal Pequeno