Armas de fogo são encontradas dentro de presídio no CE

O oficial afirmou que o material entra no presídio com a conivência de funcionários

Duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre 380 e um rev?lver 38, ambas fartamente municiadas, foram encontradas dentro do Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS), em uma vistoria realizada na manh? de ontem. A apreens?o foi a segunda maior do ano. Al?m das armas, 51 aparelhos celulares, 30 carregadores, crack, maconha, cacha?a e armas artesanais foram descobertos na opera??o conjunta realizada pela Secretaria de Justi?a e PM.

De acordo com o coronel PM Ant?nio Oliveira, diretor do IPPS, existia uma informa??o que os presos planejavam um motim armado. ?Com a varredura e o sucesso na apreens?o, o golpe p?de ser evitado?.

O oficial afirmou que o material entra no pres?dio com a coniv?ncia de funcion?rios que se corrompem. Oliveira ressaltou que as investiga?es para descobrir quem estava com o material e quem forneceu ser?o realizadas e os culpados responsabilizados pelo crime.

Para o diretor, o mais grave ? que todo o material foi encontrada em apenas uma ?rua? (galeria) do pres?dio, que abriga cerca de 70 detentos.

A opera??o teve a frente o pr?prio diretor do IPPS; o comandante da Companhia de Guarda do Pres?dio, tenente coronel PM S?vio Menezes; e o coordenador do N?cleo de Disciplina (Nudis) da Secretaria de Justi?a do Estado (Sejus), Edmar Santos.

Al?m deles, 30 agentes penitenci?rios e 60 policiais militares realizaram buscas em 25 celas no Pavilh?o 7. ?Nessa inspe??o de rotina, mas que contou com a surpresa, encontramos todo esse material?. O diretor do IPPS reafirmou que as inspe?es continuar?o a ser feitas. ?O trabalho continua e o objetivo ? acabar com essa pr?tica dentro do pres?dio?, disse.

De acordo com Oliveira, a apreens?o, representa uma baixa na criminalidade, pois, segundo ele, os telefones celulares s?o usados em golpes aplicados pelos detentos de dentro do pres?dio. ?Eles fazem desde extors?o (seq?estros virtuais) at? golpes com falsos pr?mios para pessoas de v?rias cidades do Brasil?, explica.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br