Ex-jogador Edmundo é assaltado pela quinta vez em São Paulo

Ex-jogador Edmundo é assaltado pela quinta vez em São Paulo

O assaltante estava armado. Parou ao lado do táxi, bateu o revólver no vidro

Edmundo, 40 anos, já foi assaltado em São Paulo em cinco ocasiões. Em todas, ele ficou sem o relógio. ?O estoque acabou?, disse o ex-jogador. O primeiro episódio aconteceu em 1996, na Av. Paulista. O mais recente ocorreu nesta quinta-feira, quando o comentarista da Band estava num táxi a caminho do Aeroporto de Congonhas.

?Eu sabia que seria assaltado. O cara passou de moto, olhou e parou um pouco mais à frente. O motorista ainda desviou o caminho. Eu escondi o laptop e outras coisas. Só não tirei o relógio porque achei que o ladrão já tinha visto e poderia pedir outras coisas?, contou.

O assaltante estava armado. Parou ao lado do táxi, bateu o revólver no vidro, encostou a arma na cabeça de Edmundo e levou o relógio. Deu tempo para dar uma ordem: ?Animal, dá logo esse troço?.

Mesmo reconhecido, Edmundo não foi perdoado. ?O cara ainda me sacaneou?, afirmou. O ex-jogador já tinha entregue o relógio quando ouviu, em caráter de despedida, a provocação do ladrão: ?Animal, chupa meu p..?.

Em 2011, Edmundo passou por esta situação duas vezes. A primeira foi na Av. Sumaré, na zona oeste de São Paulo, quando estava dirigindo. Ele nunca passou por esta situação no Rio de Janeiro, onde se encontra desde ontem. No domingo, ele comenta a partida entre Vasco e Cruzeiro, na Arena do Jacaré.

Fonte: Terra, www.terra.com.br