Assaltantes matam homem com paulada e gás dentro de casa

Assaltantes matam homem com paulada e gás dentro de casa

A vítima foi encontrada pela polícia amordaçada e ensanguentada no chão de sua casa

Dois homens foram presos em flagrante na madrugada deste domingo suspeitos de matar um morador do bairro Caiçara, na praia Grande, litoral de São Paulo. A vítima foi encontrada pela polícia amordaçada e ensanguentada no chão de sua casa. As bocas do fogão tinham sido abertas pelos criminosos, e a residência estava infestada pelo gás.

De acordo com o sargento Ribeiro, um dos responsáveis pelo flagrante, a dupla foi abordada durante uma ronda policial. Ao suspeitar dos indivíduos, que pareciam nervosos dentro de um carro, os militares fizeram a abordagem e notaram que o veículo estava revirado. "Ele (um dos suspeitos) começou a dizer que o carro era de um amigo dele, que eles tinham bebido muito e que ele pegou o carro pra dar um volta."

Verificando a documentação do veículo, os policias chegaram à casa do proprietário do veículo. No local, os agentes tiveram dificuldade de entrar no imóvel por causa de um cheiro forte de gás. "Quando fomos entrar na casa, vimos que eles abriram as quatro bocas do fogão. Se ascendêssemos a luz ou a lanterna, ia pegar fogo", disse o sargento. Enquanto um dos agentes iluminava a casa pelo lado de fora, o outro conseguiu entrar e encontrou o morador, já sem vida.

O sargento afirma que um dos suspeitos confessou ter amordaçado a vítima e a ferido com um pedaço de madeira. O preso detalhou ainda que deferiu duas pancadas na cabeça do morador. Os dois presos, que acompanharam toda a verificação do PMs durante a ocorrência, foram levados para delegacia de polícia, onde devem prestar depoimento na manhã de hoje. Eles devem ser indiciados por latrocínio, já que, além do carro, teriam roubado uma TV e um DVD. Uma perícia indicará se a causa da morte da vítima foram as pancadas ou intoxicação pelo gás.

Fonte: Terra