Assaltos a transeuntes e arrombamentos assustam moradores da zona Leste de THE

Assaltos a transeuntes e arrombamentos assustam moradores da zona Leste de THE

Os moradores comentam sobre o policiamento existente e entendem que a polícia atua, mas ainda deixa a desejar.

O número de assaltos a transeuntes e arrombamentos em residências está deixando a população da Vila Joana D ´arc, na zona Leste de Teresina, assustada.

Os moradores comentam sobre o policiamento existente e entendem que a polícia atua, mas ainda deixa a desejar, devido ao número insuficiente de viaturas trafegando pelo local. ?Os policiais do Ronda Cidadão e da RONE passam por aqui, mas o número de vezes em que eles passam é muito pouco.

Eles deveriam passar mais vezes ou, então, os governantes deveriam colocar mais polícia nas ruas?, comenta a moradora e comerciante da vila, Antônia Maria da Rocha Santos.

A dona de casa já teve seu estabelecimento comercial, uma pequena quitanda, assaltado sete vezes. Em um dos assaltos, os desocupados arrombaram a porta de trás da casa. Os donos da casa gritaram por socorro, tentaram chamar a polícia, mas de nada adiantou.

No momento em que a mulher conseguiu sair da casa, para pedir ajuda, já tinham mais dois elementos na esquina, que a levaram para um canto do muro, enquanto só comparsas faziam um arrastão na casa e no comércio.

Das outras vezes os ladrões entraram disfarçados de clientes, durante o dia, e fingiram comprar algo, como pão e refrigerantes, e anunciaram o assalto.

?Graças a Deus que no primeiro assalto a polícia chegou a tempo e encontrou os objetos e produtos do comércio dentro de um matagal próximo da nossa casa. Mas das últimas vezes em que os ladrões furtaram alguns produtos do comércio, nós conseguimos reaver nossos produtos.

O que a gente pede é que a polícia passe mais vezes, porque a gente sabe que é impossível para a polícia conseguir evitar todo roubo que acontece. Mas se tivesse mais policiais pelas ruas, os bandidos teriam mais medo de entrar nas casas?, diz Antônia Maria.

A comerciante atribui o aumento de roubos na Vila Joana D´arc ao crescimento da população e de condomínios, faculdades e outros tipos de comércio na região, o que chama a atenção dos desocupados.

O estudante Lucas do Santos diz nunca ter sido assaltado, mas sabe de muitas histórias de pessoas vítimas de assaltos, no lugar. ?Eu vou para a escola em um ônibus escolar, que me pega e me deixa na porta da minha casa.

Talvez por isso eu nunca fui assaltado. Mas quem volta do trabalho à noite é geralmente vítima de assalto. O que está faltando, na minha opinião, é mais policias nas ruas?, finaliza o jovem.

Fonte: Lindalva Miranda