Assaltos prejudicam o Parque Lagoas do Norte em Teresina

As denúncias dos moradores e visitantes são constantes

Há quase um ano da inauguração, o Parque Lagoas do Norte tem mudado a rotina da população de Teresina. O parque não deixa desejar quando o assunto é o lazer e a prática de atividades esportivas, mas quanto ao que confere à segurança, as denúncias dos moradores e visitantes ainda são constantes.

Antes no local havia apenas mato e muita lama, o que dificultava até mesmo o acesso da polícia. Hoje, com as mudanças, o cenário se modificou porém, os assaltantes ainda têm o lugar como ponto certo para cometerem seus delitos. De acordo com a moradora do local, Madalena de Oliveira, a polícia está cada vez mais presente nas mediações do parque, mas os assaltantes não se preocupam com a presença da polícia.

?Temos mais iluminação e policiais costumam fazer rondas por aqui, só que os furtos ainda acontecem. No fim de semana e feriados, em que mais pessoas aproveitam para visitar o parque, é que eles aparecem mesmo. Os bandidos não estão nem aí, não respeitam ninguém mesmo. Nem medo da polícia eles têm?, desabafa a moradora.

Outro morador, o aposentado Antônio Rosendo da Silva, reafirma a denúncia e diz que a movimentação de pessoas no parque é grande, principalmente no final do dia e acrescenta que esse também é o horário de maior concentração de usuários de droga. Daí a preocupação com a segurança da população. ?No último fim de semana, uns quatro meliantes levaram a moto de uma moça que passava por aqui. Esse tipo de acontecimento já está virando rotina?, completa.

Embora existam queixas por parte da população que utiliza o parque, alguns moradores contam que os assaltos a eles mesmos têm diminuído. O problema maior, segundo a comunidade local, continua sendo os assaltos a estabelecimentos comerciais e aos ambulantes que ficam por ali no final da tarde. Esta semana, de acordo com relatos dos moradores, bandidos comeram os espetinhos comercializados por um dos ambulantes e ainda roubaram seus pertences.

Fonte: Virgínia Santos e Aline Damasceno