Assassinato de irmão de ex-BBB Jonas faz 3 meses sem que ninguém tenha sido preso

Assassinato de irmão de ex-BBB Jonas faz 3 meses sem que ninguém tenha sido preso

Segundo a polícia, alguns suspeitos já foram identificados.

A Polícia Civil ainda não concluiu o inquérito sobre a morte de Rafael Noronha, 20 anos, assassinado com nove tiros no dia 25 de junho, em Lajeado, no Rio Grande do Sul. Após três meses do crime, o chefe de investigação Fernando Paim informou que não possui previsão da conclusão do caso. Noronha era irmão do ex-BBB Jonas Sulzbach, que participou da 12ª edição do reality show.

Segundo a polícia, alguns suspeitos já foram identificados. Um deles é um traficante que teria ordenado o crime depois de supostamente ter descoberto que Rafael tinha um envolvimento amoroso com a mulher dele. O suspeito está preso por tráfico de drogas em uma cidade do interior.

? Familiares disseram que Rafael se relacionava com essa mulher há um ano. Agora investigaremos se realmente foi o traficante [o responsável pela morte] e quem teria cumprido a ordem de execução dele.

Paim disse que ouviu o depoimento da mulher suspeita de ser amante de Noronha, mas não informou detalhes.

A segunda hipótese investigada para o crime seria uma possível dívida de drogas, já que o irmão do ex-BBB era usuário. O chefe de investigações informou que nenhuma prisão foi decretada ainda, mas que a polícia espera esclarecer o crime em breve.

O corpo de Rafael foi encontrado perto de um campo de futebol, no Vale do Taquari, em Lajeado (RS). De acordo com a Brigada Militar, o local é usado com frequência para o consumo de drogas. O crime teria ocorrido por volta das 4h e moradores que ouviram os disparos chamaram a polícia.

O ex-BBB foi com a mãe para a cidade e acompanhou todo o sepultamento. Jonas também prestou depoimento.

Fonte: R7, www.r7.com