PI: 3 mulheres foram mortas em menos de 1 semana; veja!

PI: 3 mulheres foram mortas em menos de 1 semana; veja!

O corregedor da Polícia Militar do Piauí, coronel Ricardo Lira, lamenta a ocorrência

Dados da Polícia Militar apontam que os homicídios contra a mulher têm aumentado consideravelmente em Teresina. Três assassinatos ocorreram recentemente, dois na capital, e um em Floriano.

Mediado pelo apresentador Pedro Borges, o assunto virou debate na Rede Meio Norte, durante o programa Agora, desta sexta-feira, com a participação do corregedor da Polícia Militar do Piauí, coronel Ricardo Lira, e do sociólogo Arnaldo Eugênio.

O último homicídio aconteceu na noite desta quinta-feira, 31, no Conjunto Teresa Cristina, zona sul de Teresina, com o assassinato de Ana Keyla, executada com tiros na cabeça; o crime foi presenciado pelo filho da vítima, de 02 anos. Acusações apontam para o ex-marido da vítima, um policial militar, que foi preso em flagrante.

O corregedor da Polícia Militar do Piauí, coronel Ricardo Lira, lamenta a ocorrência ?Toda atitude que atenta contra a vida humana é lamentável?. O acusado encontra-se à disposição da justiça. ?O ocorrido nos causou surpresa, até porque não existe nenhum registro de ocorrência contra o acusado?. O policial responderá por crime comum, porque o ato foi cometido quando não estava em serviço.

Outras duas ocorrências aconteceram nos últimos dias: a primeira, na última quarta-feira, 30, em que Iara Marta, de 26 anos, foi brutalmente assassinada pelo esposo. A vítima teve o corpo queimado em vários lugares com pontas de cigarros, o pescoço quebrado ao ser estrangulada e olho perfurado; na segunda ocorrência, a professora Maria Daguia Matias Viana, 32, foi assassinada no município de Floriano pelo ex-namorado quando voltava do trabalho. Ao ser surpreendida, o ex sacou um revólver e atirou na vítima porque não aceitava o fim do relacionamento. Após fugir para o município de São José dos Peixes, o ex-namorado se matou.

Para o sociólogo Arnaldo Eugênio, deveriam ser punidos não somente os que atentam contra a mulher, mas também os que não fazem valer a Lei Maria da Penha. ?Deveriam ser punidas pela irresponsabilidade administrativa, todas as pessoas que deveriam fazer algo para a efetivação da Lei Maria da Penha.

Fonte: Denison Duarte