Assessor de vereador é executado com tiro de escopeta

Após cometer o crime os bandidos fugiram em alta velocidade.

O assessor legislativo Renato Rodrigues Alves, de 35 anos, foi executado na noite desta quarta-feira quando saia de um restaurante no bairro Monte Castelo, em Volta Redonda, no Sul Fluminense. De acordo com informações da Polícia Civil, Renato, que trabalha com um vereador de Barra Mansa, jantou com a esposa no restaurante e ao sair do local teria desconfiado de um Fiat Uno prata, que estava estacionado próximo ao seu carro com o motor ligado.

Quando ele abriu a porta do seu veículo, dois homens saíram do Fiat Uno. Renato foi atingido na altura do coração por um tiro de escopeta. A esposa dele ainda tentou socorrê-lo com ajuda de populares, mas Renato morreu a caminho do Hospital São João Batista.

Após cometer o crime os bandidos fugiram em alta velocidade. Horas depois o veículo foi encontrado queimado no bairro Laranjal. Os assassinos não foram identificados. A polícia conseguiu levantar que o veículo era roubado e pertencia a um morador de Resende.

O corpo de Renato passou por autópsia no Instituto Médico Legal de Volta Redonda e está sendo velado na Capela Municipal Isidório Ribeiro. O enterro está marcado para às 16h, no Cemitério Portal da Saudade. O assessor era filho do policial civil José Rodrigues Alves, o ?Marrom?, já falecido. Além disso, ele também prestaria serviços como chefe de segurança de uma especializada da região. O caso é investigado pela 93ª DP (Volta Redonda).

Fonte: O Dia Online