Assistência Social e Igreja são alvos de assaltantes na Vila Irmã Dulce

Os bandidos costumam ficar na Igreja usando drogas e ficam atentos às suas vítimas

Onda de assaltos na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina, é motivo de preocupação e muito medo dos moradores. Casas são arrombadas e assaltadas, pessoas são assaltadas no meio da rua, independentemente do horário.

No bairro, os assaltantes chegaram ao extremo: O Centro de Referência de Assistência Social (Cras), que serve para a população tirar documentos e fazer cadastros sociais já foi assaltado incontáveis vezes. Mesmo com a presença de dois policiais, os bandidos agem do lado de fora, ou seja, na parada de ônibus ao lado do órgão.

?Aqui está tendo muito assalto. A gente para pegar uma senha tem que vir para cá por volta das 05h da manhã. Certo dia eu estava aqui de madrugada e passou dois homens numa moto e ficaram olhando o tempo todo, como tinha muitos homens aqui, eles não encostaram?, disse uma mãe.

Em resumo, nem a Assistência Social escapa da ação dos bandidos. A Igreja do Sagrado Coração de Jesus sofreu dois assaltos nos últimos dias, a porta arrombada é a comprovação da imprudência. Do templo tentaram roubar um amplificador, mesa de som, botijão, carro de som, carro de mão, a batina do padre e as hóstias.

A audácia é muito grande, pois os bandidos aproveitam que não há missas ou religiosos na Igreja para usar drogas, de onde observam quem passa em frente à Igreja para realizar os assaltos. ?Aqui já teve diversos assaltos em frente à Igreja, na porta da minha casa aqui próximo já aconteceram dois assaltos, e nesta rua também. Nenhum dos entrevistados quis ser identificados por medo de retaliação, até porque ?os criminosos são menores bem conhecidos da Vila Irmã Dulce?, afirma um rapaz.

Fonte: Denison Duarte