Ataques contra força de segurança no Afeganistão deixam 8 pessoas mortas

Ataques contra polícia no Afeganistão deixam 8 pessoas mortas

Dois ataques contra as forças de segurança cometidos neste sábado nas províncias afegãs de Nangarhar e Herat deixaram dois civis e seis policiais mortos, informaram fontes oficiais citadas pela imprensa local.

No primeiro ataque, dois civis e dois policiais morreram em um atentado suicida com carro-bomba contra o quartel-general da polícia na cidade de Jalalabad, capital de Nangarhar.

Autoridades locais citadas pela emissora local "Tolo" informaram que o atentado, ocorrido no começo da manhã, também deixou cinco agentes e três civis feridos.

Um porta-voz da polícia, Hussain Mashriqiwal, declarou à agência local "AIP" que o suicida tentou entrar no quartel-general mas os policiais o identificaram e abriram fogo. Neste momento, o terrorista ativou os explosivos que carregava.

Em outro episódio, quatro policiais afegãos morreram após um ataque talibã contra uma patrulha policial na província de Herat.

O conflito no Afeganistão se encontra em um dos momentos mais sangrentos desde a intervenção liderada pelos Estados Unidos que derrubou a queda do regime fundamentalista talibã há quase doze anos. O país se prepara agora para as eleições de abril.

O principal desafio do vencedor das eleições será liderar um governo no momento em que as tropas internacionais no Afeganistão se preparam para deixar o país em 2014, o que obrigará o presidente a negociar com os talibãs para evitar uma guerra civil.

Como parte do processo de retirada, Washington deseja fechar o mais rápido possível um pacto estratégico que defina o volume e as funções de suas forças depois de 2014, por isso o secretário de Estado americano, John Kerry, está em Cabul para uma visita oficial.

Fonte: Efe