Atentado a bomba gera pânico no Rio

As primeiras informações dão conta de que pedaços de corpos ficaram espalhados pelo asfalto

Uma explosão, causada aparentemente pelo lançamento de uma granada, causou a morte de pelo menos duas pessoas na tarde desta terça-feira, no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. Segundo a Agência O Globo, o alvo do ataque seria o contraventor Rogério Andrade, que estava no Toyota Corolla blindado, placa KZH-2110, seguindo pela Avenida das Américas, sentido Barra da Tijuca. O filho de Rogério e um segurança morreram no local. As primeiras informações dão conta de que pedaços de corpos ficaram espalhados pelo asfalto. Rogério é sobrinho de Castor de Andrade, um dos mais famosos "bicheiros" da história do Rio, morto em 1997. O carro teria sido atingido possivelmente por disparos de um lança-granadas. Segundo a Agência O Globo, a versão de que os assassinos usaram explosivos no ataque é reforçada pelo fato de o veículo usado por Rogério ter blindagem nível 4, capaz de conter tiros de fuzil.

Fonte: Yahoo