Professor de jiu-jitsu usou carro da mulher para cometer vários estupros

Ele foi preso nesta terça-feira, na capital baiana, depois de ameaçar agredir sua mulher.

Um professor de jiu-jitsu suspeito de ter cometido dois estupros, em junho de 2013, em Salvador (BA), foi preso nesta terça-feira, na capital baiana, depois de ameaçar agredir sua mulher.


BA: professor de jiu-jitsu usou carro da mulher para cometer estupros

De acordo com a Polícia Civil, Carlos Alessandro dos Santos, 33 anos, foi preso na casa onde vivia com sua mulher, no bairro Costa Azul.

Na Delegacia Territorial (DT-Boca do Rio), para onde o professor foi encaminhado, policiais constataram que Carlos é suspeito de ter praticado dois estupros. As vítimas, uma mulher de 28 anos e uma jovem de 19, portadora de necessidades especiais, estiveram na 9ª DT, no final desta manhã, e reconheceram o professor como autor dos crimes. Uma mulher, que pode ser a terceira vítima do lutador, é aguardada para fazer o reconhecimento.

Segundo a delegada Rogéria Araújo, titular da 9ª DT, o professor já vinha sendo investigado, pois uma das vítimas anotou a placa do automóvel que ele dirigia no dia dos ataques, e a forneceu à polícia.

O carro que teve a placa identificada pertence à mulher do professor, que, segundo a polícia, não sabia dos crimes. Carlos cometia os abusos no interior do veículo, de acordo com as denúncias. ?As vítimas eram escolhidas aleatoriamente, em locais e horários de pouco movimento, e, usando técnicas de jiu-jítsu, as puxava para dentro do veículo e as estuprava?, disse a delegada.

Autuado em flagrante pelo crime de ameaça contra a mulher, com quem morou por dois anos, Carlos também foi indiciado pelos dois estupros. A delegada solicitou à Justiça medida protetiva impedindo que ele se aproxime a menos de 300 metros da companheira. O suspeito será encaminhado ao Núcleo de Prisão em Flagrante, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.

Fonte: Terra