Bacabal:População destrói casa onde crianças morreram eletrocutadas

O homem responsável pela energização do arame não foi capturado.

Na quarta-feira, dia 30 de março, três crianças, de 6, 8 e 11 anos, morreram eletrocutadas após sofreram uma descarga elétrica enquanto brincavam em um terreno na rua A da Vila das Almas, em Bacabal, no estado do Maranhão.A casa onde tudo aconteceu foi destruída por populares que se revoltaram com tal situação.

Vários populares se juntaram e incendiaram a residência que fica na mesma quadra  onde duas das vítimas moraram. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas não conseguiu evitar a total destruição do local. O fogo se alastrou rapidamente e destruiu o telhado, móveis e inúmeros objetos. 

O homem que segundo populares atende pelo apelido de "Chiquinho" e que seria o responsável pela energização do arame causador da morte das crianças, ainda não foi encontrado pela policia. A Polícia Militar foi acionada e segue sob investigação do caso. 

Residência ficou destruída
Residência ficou destruída

Entenda o caso

As crianças brincavam normalmente e ao tentarem atravessar a cerca elétrica, que também tinha arame farpado, foram vítimas de um forte choque. David José da silva, de 8 anos, e José Armando, de 11, morreram no local. O outro de nome Tiago, de 6 anos de idade, morreu ao dar entrada em uma unidade médica. 

Segundo a Polícia Militar, Tiago é filho de um homem identificado como "Deri", que encontra-se preso na unidade Prisional de Ressocialização, no povoado Piratininga. A mãe, Ildeane (Deane) Brito Sousa, 23 anos, foi detida durante a Semana Santa. Na casa dois dois, a polícia encontrou drogas. 

Ildeane (Deane) Brito Sousa é apontada como proprietária de uma moto apreendia com um homem de nome “Ivan”, suspeito de realizar vários assaltos. Em depoimento, ela negou envolvimento e disse que não sabia que o mesmo praticava roubos. 



Fonte: Portal Meio Norte