Baleado durante briga por policial é irmão de jogador do Flamengo

Leonardo Camacho está internado com um projétil alojado na coluna.

Baleado na madrugada do último sábado (7) durante uma briga com um PM, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Leonardo de Aguiar Camacho, de 26 anos, é irmão do jogador do Flamengo Guilherme Camacho. O atleta estava relacionado para o Fla x Flu deste domingo, mas foi dispensado para acompanhar a situação do irmão.

Leonardo está internado na Casa de Saúde Santa Lúcia, em Botafogo, na zona sul do Rio, com um projétil alojado na coluna cervical. Ele respira com ajuda de aparelhos, mas está lúcido. Ainda não é possível saber se o rapaz vai ficar com sequelas.

O policial militar Eduardo Thales Lopes Pires foi levado para a Delegacia de Comendador Soares (56ª DP) após balear Leonardo, que é filho de um servidor do Tribunal de Justiça do Rio, no pólo gastronômico de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na madrugada do último sábado (7).

O jovem foi levado para o hospital da Posse, mas foi transferido para a clínica particular.

De acordo com a polícia, o motivo do crime seria passional. O PM ficou irritado porque o rapaz e mais três amigos teriam paquerado a namorada do policial, que é lotado no Batalhão do Leblon (23º BPM), dentro de uma boate.

Segundo testemunhas, o PM e o grupo de jovens começaram a discutir. Os rapazes partiram para cima do policial, que sacou a arma. Leonardo tentou tomar a arma do PM e o tiro teria sido disparado de forma acidental, de acordo com o delegado Leonardo Borges.

? Eu instaurei inquérito de tentativa de homicídio porque uma pessoa foi baleada, mas temos testemunhas que confirmam a versão do policial, que será liberado. De qualquer forma, tudo está sendo investigado.

Fonte: G1