Bandido é morto durante ‘saidinha’ bancária no Ceará

O bandido morto foi identificado pela Polícia como Aurivan Barbosa de Oliveira

Uma ?saidinha? bancária, ocorrida na tarde de ontem, terminou com o assassinato de um dos bandidos que participaram do crime. Ele foi baleado no pescoço e teve morte imediata, minutos após a abordagem contra um empresário, defronte à sua residência, na Rua Amaro Bandeira, no Barroso I, na periferia de Fortaleza (Zona Sul da Capital).

O bandido morto foi identificado pela Polícia como Aurivan Barbosa de Oliveira, 21 anos, que morava no bairro Jóquei Clube. Seu corpo ficou caído sobre a calçada com as pernas ainda sobre a motocicleta arrendada, Honda vermelha, ano 2007, de placa HYB-5202 (CE), que ele usava para praticar as ?saidinhas?.

Dois comparsas de Aurivan Barbosa conseguiram fugir num veículo Celta preto de placas não anotadas, levando todo o dinheiro tomado do empresário (identidade preservada).

Dono de uma confecção, o empresário vítima da ?saidinha? bancária contou à Polícia que chegava em sua residência, por volta das 14 horas, quando foi abordado por dois homens numa moto, sendo que o assaltante morto pilotava o veículo. O garupeiro desceu da moto de arma em punho e anunciou o assalto, tomando todo o dinheiro retirado pelo empresário, momentos antes, numa agência bancária.

De repente, um tiro foi disparado e o motoqueiro tombou sem vida, atingido no pescoço. O disparo foi à queima-roupa e a bala transfixou o pescoço da vítima. O garupeiro fugiu no Celta preto guiado por um terceiro comparsa, que dava apoio para a concretização da ?saidinha?. O empresário não soube dizer quem efetuou o disparo contra o ladrão.

Moradores da rua presenciaram o crime, mas ninguém quis dar qualquer informação à Polícia. Contudo, foi ventilada a hipótese de que Aurivan Barbosa teria sido alvejado por um dos comparsas para não participar da divisão do apurado no assalto contra o empresário.

Também circulou a informação de que o bandido pode ter sido atingido por um segurança do empresário, já que a sua confecção fica localizada defronte à sua residência. O caso será apurado pelo 30º DP (Conjunto São Cristóvão), cujo titular é o delegado Bruno Figueiredo.

Pânico

Horas antes, por volta das 11h30, no bairro São Gerardo, uma família inteira viveu momentos de pânico ao ser rendida por assaltantes na porta de casa, na Rua Heráclito Domingues. As vítimas, incluindo quatro crianças e seus pais, foram trancadas em um dos dormitórios da residência.

Os assaltantes roubaram R$ 30 mil e fugiram num Uno Mille de placas clonadas, abandonado na Rua Ipê. A Polícia não tem pistas dos acusados. O caso será apurado pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).

Fonte: Diário do Nordeste