Bandido é preso após colocar foto dele em site

Traficante de drogas foi descoberto por policiais do Ronda que viram a fotografia dele, armado, no orkut.

A partir de uma foto postada no site de relacionamentos orkut, a Polícia Militar desarticulou mais uma rede de tráfico de drogas em Fortaleza. O grupo agia no bairro Vicente Pinzón, na zona leste da Capital cearense. A foto foi encontrada no perfil de um traficante conhecido como ´Paulista´. Ele aparecia armado com uma pistola, ao lado de uma jovem que está presa. Logo, o acusado foi reconhecido por policiais militares que atuam em uma das comunidades do bairro Vicente Pinzón.

"Como é um bairro atendido pela nossa companhia, ficamos sempre atentos ao que acontece ali, e inclusive fazemos pesquisas sobre o bairro na internet. Muitas vezes a rede nos leva a pistas de bandidos", contou o tenente Brandão, da 1ª Companhia do 5º BPM (Aldeota).

A partir da foto, policiais da 1ª Cia. do 5º BPM, sob o comando do major Océlio Alves, e o Batalhão de Polícia Comunitária (Ronda) montaram uma operação para desarticular o tráfico de drogas que estava acontecendo na área. Isaac Isidoro de Sousa Silva, 18, era o jovem da foto.

Em uma das investidas da PM no bairro, Isaac foi localizado. "Quando avisou as viaturas, ele correu e jogou no chão algumas pedras de crack. Houve perseguição e ele acabou preso na Rua Nogueira Cruz", contou o soldado Daniel, da viatura do Ronda, prefixo RD-1025.

Na casa de Isaac, localizada na mesma rua em que ele foi capturado, um farto material que o ligava ao tráfico de entorpecentes foi apreendido, maconha, crack, balança de precisão, dois rádios de comunicação, sacos para embalagem de drogas, um caderno de anotações e um toca-CDs. Além de tudo isso, a PM apreendeu uma pistola de calibre 380ACP com 10 cartuchos intactos, possivelmente a arma da foto postada no orkut.

Investigações

Isaac foi preso em flagrante e conduzido ao 9º DP (Vicente Pinzón). Naquela distrital, o delegado Fábio Facó entendeu que o caso deveria ser encaminhado à Delegacia de Narcóticos (Denarc) para um aprofundamento das investigações.

"Muita coisa foi apreendida e pode levar a equipe da Delegacia Especializada a desmontar um esquema de tráfico muito maior", explicou Facó logo após a prisão do traficante.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br