Bandido é preso com armas e fardas da PM em Fortaleza

Na casa foram apreendidos: um revólver calibre 38, pistolas de calibres Ponto 40

Uniformes completos da Pol?cia Militar, fardas de frentistas, um rev?lver, quatro pistolas, uma escopeta, coletes a prova de balas. Estes foram alguns dos objetos encontrados pela Pol?cia na casa de mais um envolvido em ataques a carros-forte em Fortaleza. Paulo La?rcio Pereira de Freitas, de 27 anos, conhecido como ?Cabecinha?, foi preso em sua resid?ncia, no Conjunto Nova Assun??o, na Zona Oeste da capital.

Na casa foram apreendidos: um rev?lver calibre 38, pistolas de calibres Ponto 40, nove mil?metros, 765 e 380; uma escopeta de calibre 12 de repeti??o; dois coletes a prova de balas - um da Pol?cia e outro da empresa de seguran?a Transforte; uma balaclava; quatro fardas de frentistas e, ainda, tr?s telefones celulares.

Quadrilha

A pris?o de Paulo La?rcio aconteceu durante um trabalho conjunto entre a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e o Servi?o de Intelig?ncia do Comando Geral da Pol?cia Militar. Depois de reuni?es entre integrantes das duas pol?cias, com a participa??o de representantes das empresas de transporte e seguran?a de valores, planos de a??o foram tra?ados. Isso resultou na identifica??o de 40 pessoas envolvidas nos 12 roubos a carros-forte j? ocorridos este ano.

?As investiga?es come?aram no dia 2 de janeiro, ap?s o primeiro ataque a carro-forte, e n?o pararam?, afirmou o delegado Jairo Pequeno, diretor do Departamento de Pol?cia Especializada (DPE).

Segundo F?bio Fac?, titular da DRF, as 40 pessoas formam uma mesma quadrilha, subdividida em ?c?lulas?, ou seja, grupos menores de assaltantes. Dois destes grupos j? foram desarticulados e 17 bandidos presos. Agora, com a pris?o de Paulo La?rcio, o terceiro grupo passou a ser desarticulado. ?Todos os outros envolvidos nos assaltos, que ainda n?o foram presos, j? est?o identificados. Muitos com mandado de pris?o expedido pela Justi?a?, destacou o superintendente da Pol?cia Civil, Luiz Carlos Dantas. Vinte armas j? foram apreendidas com a quadrilha, al?m de carros e motos.

Processos

Para a Pol?cia, Paulo La?rcio atuava na guarda de parte do armamento e outros equipamentos utilizados pela quadrilha, al?m de tamb?m atuar na linha de frente, quando os roubos aconteciam, trajando fardamento de PM. ?O colete e a escopeta apreendidos com ele foram roubados em dois casos recentes de ataques a carros-forte?, ressaltou Pequeno. Paulo La?rcio j? responde a outros processos, por assalto a um posto de combust?veis, em Trairi, e um latroc?nio.

Fonte: Diário do Nordeste