Bandido fuzila uma contadora no Ceará

Até ontem, a Polícia Civil não tinha pistas concretas para identificar e prender os responsáveis

O corpo da contadora Maria de Fátima Mesquita, 54, foi sepultada em Sobral, na última quarta-feira (1º). Ela morreu na unidade central do Instituto Doutor José Frota (IJF) depois de levar um tiro nas costas durante uma tentativa de assalto, na noite de terça-feira (30). Até ontem, a Polícia Civil não tinha pistas concretas para identificar e prender os responsáveis pelo crime latrocínio (roubo ou tentativa de roubo seguida de morte).

Por volta das 20 horas daquele dia, Fátima - que morava na Avenida João Pessoa, bairro Montese - foi até um mercantil situado na Rua Zacarias Gondim, a menos de um quarteirão de sua residência. Quando retornava para casa, a pé, foi surpreendida por três homens em um Gol vermelho.

Armado

Segundo testemunhas, um dos bandidos desceu do carro, já com uma arma em punho, e anunciou o assalto. ?Ela caminhava pelo meio da rua porque havia palha na calçada. Quando o bandido a abordou ela se assustou e correu para o outro lado da rua. Foi quando ele atirou?, disse um comerciante estabelecido naquele mesmo bairro.

Depois de baleada, a contadora caiu na calçada, em frente à casa de número 968 da Rua Barão de Sobral. Foi socorrida por uma comerciante e morreu no hospital, na madrugada do dia seguinte. ?Ela perdeu muito sangue. Foi uma covardia o que fizeram com ela?, desabafou um balconista que conhecia a contadora.

Segundo ele, Fátima morava com uma sobrinha e era uma pessoa pacata, querida pela vizinhança. Seu corpo foi levado para Sobral, onde tinha familiares. Os moradores e trabalhadores do bairro ficaram assustados com o crime. ´Aqui era uma rua tranqüila, sem violência. Quando isso aconteceu todo mundo ficou apreensivo, principalmente porque os marginais não foram presos ainda´, disse o balconista.

Ainda na noite em que ocorreu o crime, policiais do Ronda do Quarteirão foram acionados pela vizinhança. Fizeram algumas diligências, mas não conseguiram ao menos identificar os assaltantes, que teriam fugido em alta velocidade. O Gol vermelho, segundo suspeitas da Polícia, estaria com placas ´frias´. O caso será investigado pelo 25º DP.

Outro caso

Mais um crime com características de execução sumária foi registrado em Fortaleza. Aconteceu no começo da madrugada de ontem, na Zona Oeste da Capital. Um homem identificado como Marcos Antônio Damasceno, 39, garçom, foi atingido por vários tiros e morreu no interior de seu automóvel.

O assassinato aconteceu na Rua Osias Sampaio. A princípio, a Polícia descartou a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte), pois nada foi roubado da vítima. Policiais civis, de plantão no 7º DP (Pirambu), compareceram ao local do assassinato.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br