Bandidos armados rendem seguranças e assaltam agência bancária no Ceará

Os quatro bandidos atiraram contra a vidraça do banco e roubaram um malote

Palhano. Há menos de um mês do primeiro assalto a banco este ano no Ceará, outro Município da região jaguaribana foi atacado por bandidos, que assaltaram o Banco do Brasil de Palhano (a 142Km de Fortaleza) na manhã de ontem. Após render os dois vigilantes, funcionários e clientes, os quatro bandidos atiraram contra a vidraça do banco, roubaram um malote com dinheiro e fugiram em duas motos, auxiliados por um Corsa verde.

Ontem era dia de pagamento de aposentados e pensionistas, e aconteceria hoje o desebolso dos servidores da Prefeitura Municipal, cujo dinheiro seria o alvo dos bandidos, que não conseguiram levar mais do que R$ 30 mil.

Para o delegado regional de Polícia Civil, Luciano Barreto, pelo ´modus operandi´ dos quatro bandidos que assaltaram a agência bancária em Palhano, podem ser os mesmos que atacaram no Banco do Brasil de Jaguaruana, no dia 5 de janeiro, de onde foram roubados mais de R$ 200 mil.

Aproximadamente 11h30 de ontem os quatro homens chegaram em duas motos, supostamente uma Yamaha Broz preta e uma Titan vermelha.

Vigilantes

Sem tirar o capacete, os bandidos subiram a calçada do banco, pararam uma das motos na porta do prédio, renderam os dois únicos vigilantes - estavam na primeira sala dos caixas eletrônicos - e, com armas em punho, tomadas dos próprios seguranças, anunciaram o assalto. ?Já matamos um ali, e podemos matar mais?, disse um dos bandidos, conforme relato de uma testemunha. Desesperados, clientes do banco começaram a passar mal. Uma funcionária, ainda em estado de choque uma hora após o ocorrido, foi levada pelo carro da Polícia para casa.

Havia no prédio cerca de oito clientes, além de quatro funcionários do banco, entre eles o gerente e os dois vigilantes, um dos quais ainda levou chutes e empurrões dos assaltantes. Entre ameaças, roubo do malote e um disparo para cima, possivelmente com revólver calibre 38, que ainda perfurou uma das vidraças ao lado da porta eletrônica, a ação durou aproximadamente 12 minutos.

Moradores de residências próximas ao banco ouviram os gritos dos assaltantes. Uma dona-de-casa viu os quatro homens fugindo com capacetes pretos e dois deles com coletes, roubados dos seguranças do banco. Eles seguiram pela CE-371, em direção à localidade de Pedras, em Russas.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br