Bandidos ateiam fogo em ônibus após morte de traficantes em morro no Rio de Janeiro

Ainda de acordo com o 6º BPM, traficantes teriam obrigado o motorista e passageiros a descerem do veículo antes de atear fogo

A situação é de aparente tranquilidade na manhã deste sábado (14) na Rua Barão de Itapagipe, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, onde um ônibus foi incendiado. Bombeiros do quartel do Maracanã foram acionados para controlar as chamas na noite de sexta. Não há informações sobre feridos.

Segundo o 6º BPM (Tijuca), não há registro de novos incidentes na área.

Ainda de acordo com o 6º BPM, traficantes teriam obrigado o motorista e passageiros a descerem do veículo antes de atear fogo. A ação seria em represália à morte de dois criminosos na tarde de sexta, numa operação da PM no Morro da Chacrinha.

Segundo a PM, que fez uma incursão no morro com o objetivo de combater o tráfico de drogas, houve uma confronto na chegada da polícia ao local. Com os traficantes baleados e mortos foram encontrados um revólver calibre 38, uma pistola, 90 pedras de crack, 26 sacolés de cocaína e um rádiotransmissor.

Por causa do incêndio, o trânsito foi parcialmente interditado na Rua Barão de Itapagipe e nas vias próximas. Motoristas que seguiam em direção ao bairro encontraram trânsito lento. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas foram controladas e o veículo foi retirado da pista na noite de sexta-feira.

Tiros entre Borel e Casabranca

Durante a tarde moradores reclamaram de intenso tiroteio entre os morros do Borel e Casabranca, também na Tijuca. Uma equipe do 6º BPM foi até o local, mas nada encontrou. Segundo a polícia, o confronto foi entre traficantes rivais. Também não há informações de feridos.

Ainda de acordo com policiais do 6º BPM (Tijuca), às 21h desta sexta-feira não havia registro de novos tiroteios na comunidade. No entanto, a polícia reforçou a segurança nos principais acessos ao morro.

Um morador da região, que preferiu não se identificar, contou que os tiroteios na comunidade têm sido mais constantes pela madrugada. Segundo ele, que mora entre os morros, o confronto teria envolvido traficantes rivais.

?Chequei em casa por volta das 19h, e eu moro entre os morros da Casa Branca, Formiga e Borel, mais especificamente em frente ao Hospital da Ordem Terceira, então logo depois de 20 minutos começou um tiroteio muito forte. Esses tiroteios vêm acontecendo essa semana mais de madrugada, mas não tão intenso assim, porém hoje foi muito forte?, contou.

Operação na Ilha

Pela manhã, a Polícia Civil fez uma operação no Morro do Dendê, na Ilha do Governador, subúrbio. Segundo a polícia, um homem, que seria criminoso, foi morto durante confronto. A ação visava reprimir o tráfico de drogas na comunidade.

Cerca de 80 policiais subiram o morro com a ajuda de um veículo blindado. De acordo com a polícia, houve uma intensa troca de tiros. Agentes encontraram uma casa com grande quantidade de drogas. Não há informações de presos.

Fonte: g1, www.g1.com.br