Bandidos atiram contra policiais e ateam fogo em moto de delegacia em Fortaleza

Testemunhas informaram à Polícia que viram o policial tentando fugir

Dois policiais foram baleados em ações de distintas de bandidos, em Fortaleza, na noite da última terça-feira (23). Um deles - o policial civil Cosmo da Silva Uchôa Filho, 33 anos - levou cinco tiros e permanece internado no Instituto Doutor José Frota (IJF). O policial militar José Ricardo Soares dos Santos, 36 anos, foi atingido no braço direito, recebeu socorro médico e foi liberado.

A primeira ação aconteceu por volta das 20h26 daquele dia, na Avenida São João cruzamento com a Rua Taubaté, no bairro Genibaú. O PM José Ricardo Soares dos Santos, lotado na 4ª Companhia de Policiamento de Guarda (CPG), aguardava uma pessoa em sua moto quando foi abordado por três bandidos que ocupavam uma outra moto e anunciaram um assalto.

O PM tentou reagir à ação criminosa e houve troca de tiros. O militar foi alvejado no braço direito pelos assaltantes, que fugiram em seguida, levando seu veículo. José Ricardo foi atendido no Frotinha de Parangaba e liberado. A Polícia cercou a área, mas nenhum dos bandidos foi localizado.

Pouco mais de duas horas depois, o policial civil Cosmo da Silva Uchôa Silva, lotado na Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DDM), foi atacado por três bandidos encapuzados que ocupavam três motos. Ele levou cinco tiros, sendo três nas costas, um no tórax e outro no braço direito. O fato aconteceu na Rua Ceci, nas Goiabeiras.

Testemunhas informaram à Polícia que viram o policial tentando fugir do trio subindo o Morro Santiago em sua motocicleta vermelha, placa HXQ 6421; e que ele chegou a disparar contra os desconhecidos.

Ao chegar na Rua Ceci, via sem saída, os acusados efetuaram vários tiros em direção ao policial civil, que caiu ao lado de seu veículo. Acreditando que o policial estava morto, os bandidos atearam fogo na moto, jogando-a morro abaixo. Em seguida, evadiram-se do local.

A Polícia acredita que o caso pode estar relacionado a crime de vingança ou acerto de contas. O crime será apurado pelo 33º DP (Goiabeiras).

Fonte: Diário do Nordeste