Bandidos deixam lutador Maurício Shogun descalço e sem carro

Bandidos deixam lutador Maurício Shogun descalço e sem carro

O atleta que vem de derrota para Dan Henderson, teve o carro que dirigia fechado na Linha Vermelha e foi abordado por quatro elementos

Ex-campeão meio-pesado do UFC, Maurício Shogun Rua foi mais uma vítima da falta de segurança no Rio de Janeiro, que atinge toda a população há décadas, aumentando-se progressivamente ao longo dos últimos anos.

O atleta que vem de derrota para Dan Henderson, teve o carro que dirigia fechado na Linha Vermelha e foi abordado por quatro elementos armados com fuzis, que o obrigaram a descer do carro, roubando o veículo, carteira com dinheiro e documentos, camiseta e ainda o calçado do ex-campeão do UFC e do PRIDE, sendo inclusive, reconhecido por um dos assaltantes.

?A gente estava no Rio de Janeiro com o Demian representando um patrocinador, e fomos jantar com o Shogun num restaurante, ele estava lá também fazendo fotos para um outro patrocinador. Saímos para jantar, confraternizamos, ficamos todos juntos. Ao final da noite, ele nos deixou no nosso hotel, na Barra da Tijuca, e foi para Niterói, onde ele estava hospedado. Nesse trajeto, dirigindo o carro de um amigo na Linha Vermelha, ele foi fechado por um carro, desceram quatro indivíduos armados de fuzil e roubaram o carro do amigo dele, roubaram a camiseta do Shogun, roubaram o documento, dinheiro, e falaram, ?Pô, eu sei quem você é, você é lutador, não tenta nada?. De que jeito vai tentar? Foi uma situação lamentável. No dia seguinte teve que fazer B.O, refazer todos os documentos, passou um susto desgraçado. Os caras levaram tudo, até a camiseta dele, ele ficou descalço no meio da Linha Vermelha, em plena madrugada, ninguém parava para dar carona ? imagina, um cara daquele tamanho, pedindo carona, sem camisa e descalço? Ele teve de caminhar cerca de dois quilômetros descalço na madrugada até uma delegacia para poder fazer o B.O, ligar para alguém e ser socorrido. Foi realmente uma madrugada tensa.?, disse Eduardo Alonso, empresário de Shogun ao site PVT.

Esse é mais um caso frequente que vira estatística em nosso país junto a diversos outros que ocorrem diariamente por elementos com armamento militar.

Fonte: Yahoo