Bandidos revelam a escolha de vítimas em praias: "Se sair, perdeu"

"Se não quer ser roubado, não deixa os objetos expostos", disse.

Após um bom tempo de negociação, um grupo de assaltantes acostumados a agir nas praias do Brasil aceitaram revelar o modo como agem para uma equipe de TV. No ano de 2015 uma das principais pautas dos telejornais do país foram os grandes números de arrastões que acontecem nas praias.

Só em janeiro do ano passado foram registrados mais de 4 mil roubos e furtos, nas praias, 50% a mais que a média do ano. Um dos assaltantes revelou em entrevista que em ‘dias bons’ conseguem a quantia de R$ 2 mil.

“Grande parte do dinheiro vem por causa da distração das pessoas. Alguns dormem na areia e deixam as coisas expostas. Outros vão banhar no mar e deixam as coisas na barraca”, disse um bandido.

Policiais aconselham os banhistas a ficarem sempre atentos e perto dos objetos de valor, evitando exposição. Um dos acusados revelou que já foi preso mais de vinte vezes por roubos nas praias mas foi apenas agredido pelos policiais e nem chegou a ser preso.

Um foi mais audacioso e deu a dica: “Se você não quer ser roubado, não deixa as coisas sozinha na área. Se você sair, perdeu”, disse.

Assaltante dá dica para vítimas evitarem furto (Crédito: Reprodução)
Assaltante dá dica para vítimas evitarem furto (Crédito: Reprodução)
Assaltante dá dica para vítimas evitarem furto (Crédito: Reprodução)
Assaltante dá dica para vítimas evitarem furto (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7