Bebê morre e família acredita em erro de médico no MT

Segundo a família, Thays Nunes começou a se sentir mal no domingo (22) e chegou a ser levada duas vezes até a Policlínica do Bairro CPA

A família de um bebê de 10 meses, que morreu vítima de dengue hemorrágica em Cuiabá, acusa os médicos de erro no diagnóstico. O corpo da menina foi enterrado no sábado (28).

Segundo a família, Thays Nunes começou a se sentir mal no domingo (22) e chegou a ser levada duas vezes até a Policlínica do Bairro CPA, mas recebeu alta em seguida. No local, os médicos teriam receitado remédios não indicados em casos de dengue.

A família afirma que os médicos teriam dito que a criança chorava porque os dentes estavam nascendo.

A mãe da criança, Elaine Souza, pediu ajuda aos vizinhos para pagar uma consulta particular e então o médico fez o diagnóstico de dengue hemorrágica. O bebê foi internado na Santa Casa, mas não resistiu e morreu na sexta-feira (27). ?Foi uma agonia. Ela gritava e chorava muito?, diz Elaine.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá informou que vai investigar se houve negligência por parte dos médicos que atenderam a criança.

Fonte: g1, www.g1.com.br