Bola planeja matar juíza e delegado, diz advogado de acusação

Bola planeja matar juíza e delegado, diz advogado de acusação

Bola teria encomendado a morte do delegado Edson Moreira, e da juíza Marixa Fabian a traficantes

O advogado José Arteiro Lima, que atua na acusação do caso Eliza Samúdio, apresentou nesta segunda-feira uma denúncia contra o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola. Segundo ele, Bola planeja matar o delegado e a juíza responsável pelo processo.

Segundo o advogado, as informações partiram de um detento que dividiu cela com Bola no presídio Nelson Hungria, em Contagem (MG). O homem disse, ainda segundo Lima, que Bola encomendou a morte do delegado Edson Moreira, chefe do Departamento de Investigações da Polícia Civil, e da juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, a traficantes cariocas.

O advogado diz também que o detento ouviu de Bola a confissão do assassinato da ex-amante do goleiro Bruno Fernandes e a informação de que ele jogou as cinzas de Samúdio em uma lagoa --periciada por policias durante o processo.

Lima é advogado da mãe de Eliza Samúdio e atua como assistente da acusação. Ele protocolou a denúncia no Fórum de Contagem na manhã desta segunda-feira. A juíza ainda não se manifestou.

O delegado disse que Bola deve ser ouvido pela Justiça. "Não tenho nada a temer", afirmou.

O detento que fez a denúncia foi transferido para outra penitenciária.

Fonte: Folha.com