Bom Jesus e zona sul de Teresina terão Delegacias da Mulher

Secretário Fábio Abreu anunciou as medidas nesta quinta-feira (09)

O crimes violentos contra mulheres que aconteceram no Piauí nos últimos dias fizeram com que a Secretaria de Segurança Pública anunciasse, nesta quinta-feira (09), medidas que visam coibir esses crimes. 

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, anunciou a implantação de uma Delegacia da Mulher na cidade de Bom Jesus e a implantação de uma Delegacia da Mulher na Zona Sul de Teresina. 

Foi anunciado também a criação o Núcleo de atendimento 24h a mulher vítima de violência, que irá funcionar na Central de Flagrantes de Teresina. 

 “A delegacia da mulher de Bom Jesus já esta funcionado. A delegada Ana Patricia é a responsável por lá e nós não vamos admitir que nenhum crime de gênero fique impune, nem em Bom Jesus e nem em qualquer outra cidade do Piauí”, destacou o secretário.

Fábio Abreu destacou que a criação de uma delegacia da Mulher na Zona Sul atende a uma reivindicação antiga da população daquela região.

“Nós já temos delegacia da mulher nas zonas sudeste, centro e norte. E a população da zona sul sempre questionou porque não criar uma delegacia lá. Vamos atender esse pedido e a delegacia vai funcionar no CSU do Parque Piauí. A previsão é que até o final de junho esteja funcionado”, informou.

Outra reivindicação antiga, das mulheres, segundo o secretário era de um plantão policial que funcionasse 24h recebendo essas denuncias.

“Resolvemos acatar também esse pedido e vamos criar o Núcleo de Atendimento 24h a mulher vítima de violência. Ele vai funcionar na Central de Flagrantes e será coordenado pela delegada Vilma Alves. A previsão é, também, que até o final de junho esteja funcionado”, frisou.

Para o Secretário a criação do Núcleo de Feminicidio é uma demonstração do fortalecimento das políticas e da preocupação da atual gestão com as mulheres. Segundo ele, as ações do Núcleo não se limitam apenas a investigar crimes, mas de estudá-los e a partir desse estudo promover ações em defesa da mulher vítima.

“Diante desses últimos casos de estupro, a Secretaria de Segurança irá promover na segunda-feira, dia 13, uma reunião com todas as delegadas da mulher e todas as delegadas mulheres lotadas no interior para elaborar um protocolo investigativo de crimes de estupro. Além disso, a Secretaria irá elaborar uma cartilha de prevenção a violência sexual para ser distribuído para população. Nosso maior objetivo com todas essas ações é evitar que a violência contra mulher acontece e que se acontecer, não fique em pune”, finalizou Fábio Abreu.

Fonte: Portal Meio Norte