Brasileira consegue habeas corpus na Itália

Brasileira consegue habeas corpus na Itália

Justiça italiana lhe concedeu habeas corpus após sete meses de prisão.

A brasileira que está sendo acusada pela morte da filha de 2 anos na Itália começará a ser julgada em maio em liberdade, depois que a Justiça italiana lhe concedeu habeas corpus após sete meses de prisão.

Simone Moreira, de 23 anos, foi presa no dia 5 de setembro do ano passado, quando o corpo da menina, Giuliana Favaro, foi encontrado no rio Monticano, na cidade de Oderzo, no norte da Itália. Ela alegou ter deixado a filha sozinha por alguns minutos enquanto ia até o seu carro. Quando voltou, alega a brasileira, a filha já tinha caído no rio.

Nesta semana, Simone deixou a penitenciária de Belluno e está hospedada na casa de um casal de voluntários que trabalham com brasileiros que precisam de ajuda. Simone está sendo acusada de homicídio doloso, isto é, de ter tido intenção de matar. A defesa, porém, vai procurar convencer a Justiça de que a brasileira deve ser condenada por homicídio culposo, sem intenção.

Fonte: IG