Brasileiro é condenado a prisão perpétua por estupros nos EUA

Brasileiro é condenado a prisão perpétua por estupros nos EUA

Segundo o Itamaraty, apenas na segunda-feira o governo brasileiro deve emitir alguma posição.

A Justiça da Califórnia, nos Estados Unidos, condenou na última sexta-feira o brasileiro Gleiston Andrade, 41 anos, a prisão perpétua por seis acusações de sexo oral forçado e sete de estupro contra prostitutas na região de Oakland. Ele foi preso em 2009 na cidade de Emervylle, depois de uma nova denúncia. Andrade trabalhava como caminhoneiro e teve contra ele exames de DNA, que apontaram a presença de material genético em duas vítimas.

Segundo o Itamaraty, apenas na segunda-feira o governo brasileiro deve emitir alguma posição, mas já adiantou que o Estado americano é soberano para aplicar as suas leis e o País não vai interferir. Gleiston Andrade fará teste de aids e deve ter seu nome incluído no registro de abusadores sexuais dos Estados Unidos. Ele ainda pode recorrer da decisão.

Fonte: Terra