Briga de policiais termina com um morto na casa de Lula

Durante a briga, na parte interna da Granja do Torto, o soldado atirou contra seu superior

Um cabo da Guarda Presidencial da República foi morto na manhã desta quarta-feira (10) na Granja do Torto, uma das residências oficiais da Presidência, que fica a cerca de 15 km do Palácio da Alvorada, residência oficial ocupada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o General Gonçalves Dias, chefe da segurança da Presidência da República, o cabo e o soldado teriam se desentendido durante o expediente.

Durante a briga, na parte interna da Granja do Torto, o soldado atirou contra seu superior. O cabo ferido ainda foi socorrido e levado ao Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília, mas chegou morto.

O soldado que matou o cabo está detido. A Presidência não informou os nomes dos dois militares. O general disse que foi aberto um inquérito para apurar as circunstâncias do crime.

O Torto é usado pelo presidente Lula como uma espécie de "casa de campo", para lazer dele e da família.

Fonte: g1, www.g1.com.br