"Bruno": Buscas por corpo são retomadas

"Bruno": Buscas por corpo são retomadas

Na tarde desta segunda-feira, os bombeiros usaram um cão farejador na mata ao redor da lagoa.

O Corpo de Bombeiros retomou, na manhã desta terça-feira (6), as buscas pelo corpo de Eliza Samudio, na Lagoa Suja, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Uma denúncia de que o corpo de Eliza, ex-namorada do goleiro Bruno, do Flamengo, teria sido jogado na lagoa levou os bombeiros a iniciar o trabalho de buscas nesta segunda-feira (5). A região fica perto da casa de funcionários do sítio do jogador, no bairro Liberdade, onde o filho de Eliza foi encontrado com desconhecidos no dia 26 de junho.

Na tarde desta segunda-feira, os bombeiros usaram um cão farejador na mata ao redor da lagoa. De acordo com o tenente-coronel João Luiz Ramos, do Corpo de Bombeiros, foi feita uma varredura no fundo do leito da lagoa com ganchos e busca visual. Eliza está desaparecida há mais de 20 dias.

Ainda segundo Ramos, os bombeiros criaram ondulações e turbulência na água para que algum objeto ou corpo emergisse. Mas nada de significativo foi encontrado.

Condições de mergulho

De acordo com Cristina Moraesa, coordenadora da Defesa Civil Municipal de Contagem, a possibilidade de esgotamento da Lagoa Suja foi levantada pelo Corpo de Bombeiros, em virtude de uma possível contaminação da água. Para que isso fosse feito, seria necessário fazer uma análise da água, o que poderia comprovar a contaminação e justificar o esvaziamento da lagoa. A qualidade da água impediu o trabalho de mergulhadores no local, segundo Ramos.

Fonte: g1, www.g1.com.br