Bruno confidencia a advogado que está decepcionado com depoimento de Macarrão

Bruno confidencia a advogado que está decepcionado com depoimento de Macarrão

Macarrão foi condenado na semana passada, no Fórum Doutor Pedro Aleixo, em Contagem, a 15 anos de prisão,

O goleiro Bruno Souza teria confidenciado a advogados de defesa ter se sentido ?decepcionado? logo após saber do depoimento de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, no qual ele assumiu em juízo ter levado Eliza Samudio, a mando do goleiro Bruno, para ela supostamente ser morta em Minas Gerais.

Nesta semana, o estado de espírito do jogador, acusado de ser o mandante do assassinato da ex-amante, teria mudado para ?preocupado? com os possíveis desdobramentos da declaração do ex-braço direito. A informação é do advogado Lúcio Adolfo da Silva, que assumiu recentemente a defesa do jogador.

Segundo Silva, um dos advogados de sua equipe esteve nesta semana com o goleiro, confinado há mais de dois anos na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem (região metropolitana de Belo Horizonte). Foi quando Bruno manifestou sua preocupação.

O advogado, no entanto, afirmou que, depois de o goleiro ser exposto às argumentações do colega sobre a linha de defesa que será apresentada, ele teria se acalmado. A estratégia não foi revelada por Silva, ao afirmar ter adotado uma postura de redução da exposição midiática do caso.

?Nós explicamos a ele (Bruno) que o julgamento dele não tem nada a ver com o do Macarrão. O do Macarrão não interfere diretamente no resultado do julgamento do Bruno. Eu vi com outros olhos. Foi uma negociata entre o promotor e a defesa para extrair uma confissão?, disse Silva.

Macarrão foi condenado na semana passada, no Fórum Doutor Pedro Aleixo, em Contagem, a 15 anos de prisão, em regime fechado, por envolvimento na morte de Eliza Samudio. Para a Justiça, não há mais que se falar em desaparecimento da moça. Na mesma sessão, a ex-amante do goleiro Fernanda Castro foi condenada a cinco anos em regime aberto.

Fonte: UOL