Bruno recebe visita da avó e da filha mais velha

Dayanne de Souza, mulher do goleiro, recebeu a visita do irmão.

O goleiro Bruno recebeu neste domingo (5) a visita da avó e da filha mais velha na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais (Seds), as visitas acontecem aos domingos das 8h até as 17h.

Ainda segundo a Seds, Dayanne de Souza, mulher do jogador, recebeu a visita do irmão no Complexo Penitenciário Estevão Pinto. Até o fechamento desta matéria às 13h30, Fernanda Gomes de Castro não havia recebido visitas.

Luiz Henrique Romão, o Macarrão, recebeu visita da mãe neste domingo (5), também na Penitenciária Nelson Hungria.

Alegações finais

O advogado Cláudio Dalledone entregou, nesta sexta-feira (3), as alegações finais para defender Bruno no processo que apura o desaparecimento e morte de Eliza Samudio. Em um documento com mais de 100 páginas, baseado em laudos periciais e nos 20 volumes do processo, Dalledone, por correio eletrônico, protocolou a entrega no Fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, pouco antes de acabar o prazo final dado pela juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues.

Entenda o caso

O goleiro Bruno é réu no processo que investiga a morte de Eliza Samudio. A Justiça de Minas Gerais aceitou a denúncia do Ministério Público contra Bruno e outros oito envolvidos no desaparecimento e morte de Eliza. Fernanda Gomes de Castro, namorada de Bruno, foi presa em Minas Gerais.

O goleiro; Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão; Sérgio Rosa Sales; Dayanne Souza; Elenilson Vítor da Silva; Flávio Caetano; Wemerson Marques; e Fernanda Gomes de Castro respondem na Justiça por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver e corrupção de menor. Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, é o único que responde por dois crimes. Bola foi denunciado por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Todos os acusados negam o crime.

A pedido do Ministério Público, a Justiça decretou a prisão preventiva de todos os acusados. Todos foram presos, no dia 27 de novembro, Flávio Caetano de Araújo deixou a prisão após a justiça conceder alvará de soltura para ele. Os demais réus continuam presos.

Em 2009, Eliza teve um relacionamento com o goleiro Bruno, engravidou e afirmou que o pai de seu filho é o atleta. O bebê nasceu no início de 2010 e, agora, está com a mãe da jovem, em Mato Grosso do Sul.

Fonte: g1, www.g1.com.br