Bruno só é culpado de omissão de socorro, diz Sanguinetti

Bruno só é culpado de omissão de socorro, diz Sanguinetti

O médico e perito George Sanguinetti, contratado para auxiliar a defesa dos envolvidos

O médico e perito George Sanguinetti, contratado para auxiliar a defesa dos envolvidos no desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, disse nesta quinta-feira que se o atleta teve alguma culpa no sumiço da mulher, foi de omissão de socorro. Ainda de acordo com o médico, Bruno não sabia que Eliza seria transportada para Minas, e "se alguém tem que dar conta da Eliza é o Macarrão, que segundo depoimentos a levaram para aquela viagem sem retorno". Ele chegou às conclusões com base em uma perícia particular e com a leitura do processo. Entre terça e quarta-feira da semana que vem deve ir a Minas Gerais apresentar suas conclusões à Justiça.

"O erro do Bruno, foi ter deixado ela, Eliza, na casa com a ferida aberta na cabeça por quatro dias e não ter buscado socorro médico", afirmou Sanguinetti. Os depoimentos de algumas pessoas, entre elas os primos de Bruno, Sérgio Rosa Salles e o menor de idade, apontam que, quando Eliza já estava machucada quando viajou do Rio a Minas. Ainda de acordo com o perito, Sergio teria dito que a "cabeça (da ex-amante) estava partida, podiam ser vistos o osso e o cérebro".

"Se alguma culpa ele (Bruno) teve, foi omissão de socorro, crime que tem pena pequena e pode responder em liberdade", afirmou Sanguinetti, que está em Maceió, no Estado de Alagoas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br