Bruno volta a passar mal em audiência; noiva também

Bruno volta a passar mal em audiência; noiva também

O goleiro comentou com um policial, dentro da sala, que tem se alimentado pouco na Penitenciária

O goleiro Bruno e a noiva, Fernanda Gomes de Castro, noiva do goleiro Bruno, tiveram um mal-estar durante a audiência desta quinta-feira (7), em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Fernanda teria sentido uma indisposição, foi atendida pelo Corpo de Bombeiros ainda no fórum e teve a pressão aferida. Depois do atendimento, ela voltou à sala de audiência. Já o goleiro foi ajudado pelos bombeiros na própria sala de audiência. Ele tomou um copo d?água e teve a pressão arterial aferida. De acordo os bombeiros, a pressão de Bruno estava ligeiramente alta.

O goleiro comentou com um policial, dentro da sala de audiência, que tem se alimentado pouco na Penitenciária Nelson Hungria porque não têm apetite. Bruno completou, dizendo que também não tem se exercitado no presídio. De acordo a Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, Bruno jantou nesta quarta-feira (6) normalmente, e tomou café da manhã nesta quinta-feira (7). Ainda segundo a Seds, ele tem direito a banho de sol todas as manhãs. A assessoria de imprensa da secretaria disse que o comportamento de Bruno na penitenciária tem sido considerado normal.

Alguns minutos depois, Bruno foi levado ao banheiro pelo advogado, Ércio Quaresma, e por um bombeiro, mas voltou à sala de audiência em seguida.

Nesta quarta, Bruno teve um desmaio no fórum de Ribeirão das Neves, durante uma sessão para testemunhas do caso Eliza. Ele foi atendido por duas vezes na Policlínica Geral de Neves, e transferido para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, onde foi submetido a exames. De acordo com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), os resultados dos exames apontaram uma sinusite leve.

O advogado de Ércio Quaresma, que defende o goleiro, disse nesta quarta-feira (6) que vai entrar com um pedido de prisão domiciliar para Bruno. Segundo Quaresma, seu cliente tem passado mal, desmaiou duas vezes na frente dele e teve crise convulsiva. O advogado ainda disse que vai buscar o histórico médico de Bruno, já que ainda não sabe se o goleiro já tinha tido crises convulsivas.

Ainda de acordo com o Tribunal de Justiça, foi providenciada uma maca de precaução, caso o goleiro tenha novo mal estar e precise ser retirado rapidamente da sala de audiência nesta quinta-feira (7).

Fonte: g1, www.g1.com.br